Igreja de São Bento, Arcos de Valdevez

A presença de água foi um dos principais factores de degradação dos materiais estruturais e não estruturais existentes na Igreja de São Bento.

No âmbito de uma intervenção actualmente em curso ao nível das coberturas da Igreja de São Bento, em Arcos de Valdevez, foi detectado um destacamento do pano exterior da parede da empena da nave central da igreja, com deslocamentos importantes para fora do plano. É na sequência destes danos que o NCREP foi solicitado, com o objectivo de avaliar as causas e determinar as medidas de intervenção necessárias à recuperação desde espaço devoto.

Após o estudo dos diferentes elementos estruturais, em particular das paredes de alvenaria exterior, abóbadas, arcos e elementos ornamentais de pedra, conclui-se que a degradação observada ao nível das estruturas de madeira, bem como alguns dos danos nas paredes de alvenaria têm origem na elevada entrada de água pela cobertura.

Na sequência das conclusões do Relatório de Inspecção e Diagnóstico (RID), o NCREP procedeu a instalação de fissurómetros, com o objectivo de averiguar se as deformações identificadas nas paredes da Igreja se encontravam estabilizadas, bem como para verificar-se a eficácia das medidas de intervenção preconizadas no RID.



Impresso em ncrep.pt