Chaminé industrial, Matosinhos

Com um total de 22,20m acima da cota do solo, a chaminé de planta circular encontra-se no grupo de chaminés de médio porte.

Na requalificação de uma antiga instalação industrial em Matosinhos, foi solicitado ao NCREP a avaliação de segurança e o projecto para a recuperação da chaminé industrial existente constituída por alvenaria de tijolo maciço assente com argamassa cimentícia. Estima-se que terá sido executada entre os anos de 1929 e 1930, para auxiliar antiga fábrica de conservas, que à semelhança de muitos outros exemplares contribuiu para o progresso e modernização industrial de Portugal.

A intervenção consistiu no levantamento geométrico, através da inspecção visual com registo e mapeamento dos danos observados, na avaliação das causas e realização de ensaios in situ de identificação dinâmica de forma a materializar um projecto de reabilitação adequado ao objecto de estudo.

Com recurso ao programa de cálculo automático foi desenvolvido um modelo numérico de elementos finitos com o objectivo de simular os ensaios dinâmicos realizados e calibração do modelo numérico, tendo sido posteriormente utilizado para a avaliação de segurança da chaminé face às acções permanentes e variáveis (do vento e sismo) e definição das medidas de reforço estrutural.

As actividades de inspecção/diagnóstico complementadas com ensaios de identificação dinâmica constituem actualmente uma das mais eficazes e completas técnicas de ensaio de carácter não intrusivo (ou não destrutivo) de identificação in situ das características mecânicas das estruturas.



Impresso em ncrep.pt