Rua Ferreira Borges, Porto

Com o intuito de servir de base ao Projecto de Estabilidade mas respeitando o existente, foi seguida uma metodologia de conservação dos elementos existentes através de reabilitações/reforços pontuais.

A complexidade do trabalho desenvolvido foi elevada e deveu-se à configuração pouco usual dos sistemas construtivos existentes no edifício em estudo, edificado em meados do séc. XIX. Além de uma tipologia construtiva típica da época para a região do Porto, assente em fachadas e paredes de empena em alvenaria de pedra, pavimentos em madeira e paredes de tabique na divisão dos compartimentos, o edifício sofreu uma intervenção nos anos 30 do séc. XX que alterou o seu funcionamento, através da introdução de um meio piso e um núcleo de escadas em betão armado.

A campanha de ensaios e respectiva avaliação de segurança permitiu concluir que as vigas e painéis de laje de betão armado apresentavam uma degradação considerável, sendo necessário efectuar uma intervenção para repor as condições de utilização. Foram preconizadas soluções pontuais de reforço do pavimento, nomeadamente através da colocação de elementos metálicos nas faces laterais e inferior das vigas de betão armado, bem como um conjunto de procedimentos para efectuar o tratamento das zonas que apresentavam maior corrosão.

Foram também dimensionadas novas coberturas constituídas por elementos de madeira e metálicos, com o objectivo de substituir as coberturas existentes e optimizar a altura disponível do último piso.



Impresso em ncrep.pt